Categoria: Cotidiano…

Vontade de Chinês

Oi flores,
Perto da minha casa no Brasil tem um restaurante chinês que é bem chinês mesmo (BB – bom e barato) e eu costumava almoçar lá várias vezes por semana com a minha family. Por isso, quando me mudei para a Inglaterra fiquei sentindo falta absurda de ter ao menos uma vez por semana uma refeição chinesa – brasileira  (chinesa – inglesa não é a mesma gostosura). Procurei na net uma receita de frango xadrez, quando o Chris me ligou dizendo que ia trazer noodles para casa (macarrão usado também na comida chinesa). Pronto! Saiu um quase yakissoba ainda mais delicioso que o do restaurante perto da casa dos meus pais. Amor para sempre, claro ou com certeza?
Minhas adaptações:
1 – Como ia acrescentar o macarrão fiz duas receitas do molho shoyo com maisena (amido de milho) e água
2 – Odeio pimentões, mas eles são fundamentais para dar o mesmo sabor, então usei 2 ao invés de 3.
3 – Não usei cogumelos nem amendoins, mas deve ficar legal.
4 – Para quem mora fora é bom saber, maisena chama-se corn flour em inglês (eu não sabia rs)
5 – Fiquei pensando como seria bom se tivesse camarões, próxima vez vou tentar.
Pode seguir o passo a passo do site Tudo gostoso que vai dar super certo.
O Chris amou amou amou! Ele disse que foi a melhor coisa que eu já cozinhei kkkkk e ele tem razão, ficou digno de restaurante!
Ótima pedida para o fim de semana!
Beijocas e glamour,
Lari

Vida no Reino Unido: Chá com leite e com amor

Meta 26 realizada, confira a lista completa clicando aqui
Para começar uma semana saudável…
Flores, desde quando me mudei para a Inglaterra acabei “incorporando” dois hábitos ingleses: perguntar sobre o tempo (afinal, é indispensável saber como vai ser o dia aqui) e tomar chá. Os britânicos tomam muito chá o dia inteiro e não são como os nossos copos de cafézinho e sim fartas canecas. Há explicação para isso, já que de fato o chá é delicioso!
Enquanto no Brasil os quartos de hotel sempre têm um frigobar, aqui indispensavelmente há uma chaleira com cházinhos, açúcar, etc. Foto de uma chaleira em um hotel em Londres onde me hospedei:
Olha o nosso brasileiríssimo Nescafé aí!
Eu sempre odiei chás, mas como falei o daqui é tudo de bom! Dizem que parece com o nosso chá preto (só que o brasileiro é mais amargo). Estranhamente, os ingleses bebem chá com leite e garanto que esse ingrediente a mais faz toda a diferença! Amo chá com leite e se você nunca provou, sugiro que não perca essa chance, tenta com o café preto e se tiver a oportunidade de um dia vir ao UK compra esse Tetley, é o que eu compro e é uma delícia.
O chá melhorou minha digestão e até mesmo a minha pele. Cada tipo de chá possui propriedades diferentes, mas segundo esse link aqui http://www.einstein.br/espaco-saude/nutricao/Paginas/os-beneficios-do-cha.aspx em geral pode ter efeitos calmantes, digestivos, cicatrizantes, anti-inflamatórios, etc. Um dos meus poucos vícios saudáveis!
Beijocas e glamour,
Lari

Micos que paguei no UK

Acho que qualquer pessoa quando sai da sua zona de conforto acaba pagando uns micos. Afinal, basta mudar um pouco de estado e você se depara com uma nova cultura, sotaques, costumes e trejeitos diferentes. Para mim, são essas particularidades que fazem a essência humana ser bonita: um igual a todo mundo, mas diferente.

Pensando nisso, vou citar alguns dos micos que eu paguei esses meses aqui na Inglaterra:

– Me machuquei e ainda me machuco com a água quente fervendo da torneira quente;

– Fiquei chocada com o caos no Heathrow quando cheguei: -5 graus, nevando, tudo parado (fiquei dois dias em um hotel porque não tinha como sair), pessoas dormindo no aeroporto cobertas com papel alumínio para se aquecer e por aí vai…

– Na mesma época do caos no Heathrow, caí de bunda no chão na neve logo depois do meu namorado dizer “Be carefull – seja cuidadosa”. Soltei, instintivamente o velho palavrão brasileiro PQPPPPPPP (rs)

– Fiz roxa de vergonha porque fiz uma piada sobre a voz de uma oriental que estava passando num programa de TV que soava como NHENHENHENHÉM quando na mesma sala estava assistindo o mesmo programa outra garota oriental (Gente, essa foi feia, eu fiquei morta de vergonha, o Brasil não é cosmopolita como aqui e a diversidade racial brasileira nos faz mais tolerantes, aqui qualquer coisinha eles acham que é uma ofensa racial!)

– Fiquei chocada porque o queijo cheddar é branco e eu achava que era laranja por causa do Mc Cheddar (rs) e indignada porque a fanta sabor laranja é amarela (e tem gosto de aspirina, ecow!).

– Como sou do nordeste, nunca tinha necessitado um aquecedor na vida e fiquei com medo de colocar roupas por cima dele para secar e acabar causando um incêndio (rs)

Essas são algumas das situações que tenho vivido aqui, com muito prazer por sinal. Amo viajar e experimentar essas diferenças. Por exemplo, quando estava em Belo Horizonte andei milhas e milhas sendo guiada pelos mineiros quando pedia orientação e eles respondiam “ah, a Praça da Liberdade? É ali pertim!” – Nada de pertinho, me “lasquei” andando léguas, mas me diverti bastante!

E vocês, já passaram por algo parecido?

Beijos,

Larissa